Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

3 meses, já é 1/4

Aqui o desleixado deixo-vos sem noticias praticamente um mês. E nisto já vamos nos 3 meses de China. Como seria de esperar a quebra nos posts deve-se em grande parte ao encontro daquilo que é agora o meu quotidiano. Onde o estranho parece já se ter entranhado em mim, e portanto, sinto sempre reservas em contar-vos o quer que seja. As expectativas ficaram altas e com isso a minha vontade de vos escrever caiu a pique, sempre naquele sentimento de "Ah, isto não interessa".

Não fosse o comentário da Sofia a pedir informações meteorológicas e tinha passado mais um dia sem escrever.

Bem, o tempo está a ficar cada vez mais frio Sofia. Já comprei dois cobertores e continuo a ouvir dizer que o pior ainda está para vir. Andam aqui todos contentes à espera da neve e eu a rezar pelo sol e havainas. O frio é coisa que não me assiste nem por nada, para veres, o trajeto de 15 minutos que faço todas as manhas de casa à faculdade é suficiente para chegar à sala de aula e ouvir das professoras e colegas: "Oh Joo (já vos contei que praticamente ninguém consegue dizer João por aqui? Qualquer coisa que comece por J é suficiente para perceber que sou eu) o que se passou para teres a cara tão vermelha?" - ar de espanto.

1415346314652.jpg (Deixo-vos mais uma foto da Universidade de Ningbo)

Deixando as condições climatéricas, só me resta falar do quotidiano. Dias de semana, aulas de manhã (acordar com as empregadas a conversar aos berros no corredor). Almoço na cantina muçulmana (a variedade está entre a cor dos molhos: castanho ou amarelo), sim a comida é de chorar por nunca mais voltar. Tardes de aulas, quando não há aulas há sempre qualquer coisa planeada. Como desportista (tosse, tosse) um dia por semana é dia de basquetebol com chineses, outro dia é de ping pong com colegas de turma e todas as sextas é dia de bola com os Indonésios. Outro dia por semana está reservado a ensinar português. Fins de semana é prioritário vir a casa só para dormir e passar os dias a vaguear pelos cantos desta cidade que cada vez mais ganha um grande cantinho no meu coração.

Como podem ver, o mais interessante não será isto que hoje vos conto certamente, mas já era tempo de aparecer. Este mês passou a correr e só me resta prometer que escreverei mais que um post por mês daqui por diante. Entretanto, surgiu a ideia de vos trazer convidados (amigos que fiz por aqui) para escreverem eles o quer que lhes passe pela cabeça. O que acham? Vêm aqui saber da China e ainda se arriscam a dar a volta ao Mundo.

Grande abraço!

4 comentários

Comentar post