Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

A Grande Muralha da China

Tenho a certeza que estão à espera das fotos clássicas que os turistas tiram na zona da Grande Muralha que fica perto de Pequim, lamento informar-vos, mas isto para mim é muito melhor. Parece que nós portugueses temos esta relação de afeição com o mar e até para visitar a Muralha da China tinha de ir ver onde é que ela encontra o Mar Amarelo e não onde se perde de vista nas montanhas ou no deserto mongol.

Inicialmente construído na Dinastia Ming (1381), Laolongtou é o ponto inicial da zona Este da Grande Muralha. É nesta zona que a muralha serviu não só de defesa terrestre mas também como fortaleza para defesa da costa, é ainda aqui que podemos ver o único Templo Taoista em toda a China construído no mar.

mmexport1424269717732.jpg

Já sei, já sei... a Torre de Belém é muito maior, mas não nos vamos esquecer que existem mais de 21 mil km's disto que a foto não consegue captar.  

CIMG7391.JPG

Faz uns aninhos que devia estar aqui um guarda a apanhar uma grande seca e a pensar: "Porque é que estou a olhar para o mar se os Manchus nem barcos têm!".

CIMG7366.JPG

 O cantinho dos guardas, onde se jogava à malha o dia inteiro.

CIMG7382.JPG

Também não sei qual a função de um labirinto no meio da fortaleza. A minha reacção ao ver o labirinto: "Canja!" ... passados 15 minutos já estava a entrar em desespero. Lá cheguei ao centro e depois para sair não achei piada à coisa e saltei os muros, era assim ou por esta hora estaria a escrever-vos do labirinto.

CIMG7356.JPG

 Um pequeno templo e estátuas em homenagem aos generais que defenderam a fortaleza.

CIMG7411.JPG

CIMG7409.JPG

E lá ao fundo fica o tal templo que vos falei. 

 

Através das fotos que vos mostrei não se consegue perceber a dimensão da Grande Muralha, mas naquela montanha que se vê ao fundo da foto existe uma construção de pedras que a serpenteia, sobe ao cume e desce o vale de uma forma magnifica e que durante muitos anos tornou o Império do Meio algo impenetrável pelos seus inimigos.

Apenas por uma vez em toda a sua história a Muralha foi atravessada pelo inimigo, e tal só aconteceu porque um general do qual não me lembro o nome traiu o seu Imperador e abriu as portas da Muralha aos Manchus. Dando origem à Dinastia Qing, aquele Imperador com um rabo de cavalo grande a descer pelas costas. Agora vocês perguntam: então mas se os Manchus invadiram a China e ficaram no poder, porque é que a China não ficou Manchúria?" , ora porque apesar dos chineses perderem o poder a forte cultura chinesa tratou de tornar os manchus chineses e hoje a manchúria é parte indiscutível da China. E só vos falo disto tudo porque estive no local onde o tal general abriu os portões. Ele não estava lá para me abrir a porta e vos mostrar, mas tirei foto à estátua que homenageia aqueles que ainda tentaram defender a Muralha.

CIMG7427.JPG

 Agradecimento ao Professor Graça de Abreu, o primeiro português a entrar na China comunista dizem (mas ele desmente), pelas aulas que me deram a conhecer toda esta história.

CIMG7417.JPG

 O post fica por aqui, mas a maior estrutura militar de defesa alguma vez construída pelo Homem segue adiante

 

Não me posso despedir sem enviar daqui os parabéns ao meu velho, ao meu padrinho, à tia Nela e à Mafalda. Um beijinho do tamanho da Muralha. Muitas felicidades :D

Abraços!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.