Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

ondas suaves

Ondas Suaves não é nada mais que a tradução literal dos caracteres 宁波 (Ningbo). Uma pequena cidade costeira situada na província de Zhejiang, China.

Ramadão

O mês passado, um dos meus amigos pregou-me uma partida. "Olha, vamos ali jantar com a rapaziada a um restaurante novo que abriu no bairro, que me dizes?" - "Está bem.", respondi sem duvidar e entusiasmado com a possibilidade do novo restaurante me dar uma folga da minha dieta diária.

"Atrás do bloco D? Mas isso aí não tem nada!" - disse-lhe

Virei a esquina e encontrei isto:

mmexport1436275417581.jpg

 

 

"Oh Hassan, isto é tudo muito bonito mas eu não sou muçulmano. Sabes tu e sabem eles." Ele riu-se e respondeu: "Então e qual é o mal? Somos todos amigos."

Ainda antes de pensar duas vezes, já estava a ser empurrado por outros dois. Lá me sentei no chão de pernas cruzadas a comer de um tabuleiro, com pessoas que por acaso nunca antes tinha visto. Dois rapazes da Nigéria, um do Bangladesh e um Indiano. "Turco?" perguntaram (estava com a barba por fazer, compreende-se). "Não ... português." Cheios de curiosidade lá perguntaram "Muçulmano?" Olhei para os lados e baixinho lá respondi "Não." Bem, estranhamente a reacção foram uns sorrisos de contentamento. Lá iam contando aos que passavam "Olha, este não é muçulmano!" e todos eles, sem excepção, sorriam amavelmente e cumprimentavam enquanto me davam as boas vindas.

mmexport1436275362496.jpg

 

Muito timidamente lá ia comendo (estava surpreendentemente bom) enquanto ouvia os Nigerianos a falar sobre o fato de terem estudado em escolas católicas e de como por lá passavam o Ramadão. Prato principal era um arroz com pedaços de frango e muitas outras coisas pelo meio, fruta para sobremesa e por fim um café (que bom estava aquele café e que saudades tenho eu de um bom café). No fim, aqueles que conheço vieram ter comigo e agradeceram com uma alegria imensa ter jantado com eles. Eu ainda não estava bem a perceber e tive de perguntar, qual era o motivo de tanta alegria por terem um não-muçulmano a jantar com eles. Basicamente, coisas que estão escritas no Alcorão e que eu gostava de vos explicar mas que entretanto me esqueci. Mas tenho de vos contar que o espírito que paira no ar é de alegria, mas não em termos efusivos, é tudo muito pacifico, muito calmo. No entanto, houve algo que me saltou à vista. "Porque é que não há raparigas a jantar? Elas também são muçulmanas." eles responderam como se fosse óbvio para mim "Não, não .. elas não podem comer connosco. Mas, por acaso, ajudam a fazer o jantar."

mmexport1436275358231.jpg

 

O Ramadão continua e todos os dias sou convidado a jantar com eles, mas infelizmente ainda não tive oportunidade para tal. Eles bem insistem, mas o meu problema é moral, mais que outra coisa qualquer. Eu expliquei-lhes, que cara tenho eu para partilhar comida com quem passou todo o dia sem comer e nem sequer água beber? Eu, que não falho as minhas refeições e que o fato de ter de esperar até as 7 da tarde já me faz estar a morrer de fome?

mmexport1436275412016.jpg

 

Um dia decidi fazer Ramadão, somente para experienciar aquilo que tantos amigos estão a passar e para depois ir jantar com eles, não consegui e tive de beber água durante a tarde. Quando chegou às 7 da tarde, todos contentes lá me perguntaram "Então hoje jantas connosco não é?", respondi a verdade: "Desculpem mas depois de acordar de manhãzinha e passar o dia inteiro sem comer o que eu quero agora é um grandA hambúrguer e um gelado ainda maior. Já agora, não contem comigo para esta brincadeira do Ramadão, a probabilidade de eu desfalecer é enorme." Coisas de muçulmanos, para muçulmanos. Fiquei a perceber porque é que eles bem chegando àquelas horas parecem uns zombies a andar pela rua. O corpo fica fraco, fraco, fraco e com este calor sem beber água, ainda não percebi como é que nenhum ainda não desmaiou.

mmexport1436271444402.jpg 

Entretanto o meu amigo iraniano disse que não ligava nenhuma a isso, nem ele nem toda a sua familia que está no Irão.

E pronto, foi este o meu Ramadão. As fotos são de dias diferentes, quando chove o jantar é feito dentro de casa,  e foram enviadas por vários amigos.

Abraços!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.